Covid-19: Dois primeiros casos da variante Ômicron são confirmados no Brasil

caso confirmado omicron
Foto: Canva

A Secretaria da Saúde de São Paulo confirmou nesta terça-feira, 30, os dois primeiros casos importados da nova variante ômicron do novo coronavírus no Brasil. A confirmação foi feita após sequenciamento genético no laboratório do Hospital Israelita Albert Einstein, com qualidade já avaliada e atestada pelo Instituto Adolfo Lutz do Governo do Estado de São Paulo.

Mais cedo, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) havia informado que as amostras dos dois brasileiros que, preliminarmente, apresentaram resultado laboratorial positivo para a variante ômicron seriam  enviadas para análise laboratorial confirmatória. 

Diante do diagnóstico positivo, o casal foi orientado a permanecer em isolamento domiciliar. Segundo a secretaria, ambos estão sob monitoramento das Vigilâncias estadual e municipal de São Paulo, juntamente com seus respectivos familiares. O Governo do Estado de São Paulo reforçou a importância da vacinação no combate a Covid-19 e pede para que todos completem seu esquema vacinal.

Segundo a Anvisa, o passageiro veio da África do Sul e desembarcou em Guarulhos, na Grande São Paulo, no dia 23 de novembro, portando o resultado de RT-PCR negativo. Como iam retornar à África do Sul, o passageiro e sua esposa fizeram um novo teste no laboratório do aeroporto de Guarulhos na quinta-feira, 25. Ambos testaram positivo para a Covid-19 e o fato foi comunicado ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) de São Paulo.

A agência informou que a entrada do passageiro no Brasil foi antes da notificação mundial sobre a nova variante que foi relatada pela primeira vez à Organização Mundial da Saúde (OMS) no dia 24 de novembro. O passageiro desembarcou em Guarulhos no dia 23. A entrada também foi anterior à Portaria nº 660, publicada no último sábado, 27, no Diário Oficial da União que proíbe, em caráter temporário, voos com destino ao país que tenham origem ou passagem pela República da África do Sul, República de Botsuana, Reino de Essuatíni, Reino do Lesoto, República da Namíbia e República do Zimbábue.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.