Procedimentos estéticos no verão? Dá sim!

Faltando pouco menos de um mês para o verão, vem a dúvida: ainda dá tempo de fazer algum procedimento estético para chegar nele com o corpo mais belo? E se o tratamento acontecer no verão? Há alguma chance de isso acontecer?

A maioria das pessoas acredita que o verão não é uma boa época para realizar tratamentos estéticos por causa da exposição solar e do calor, que podem piorar o inchaço que ocorre após os procedimentos, além do risco de ficar com a pele marcada. Por isso, para podermos explicar direitinho o que dá para fazer agora, conversamos com a Dra. Luziane Cantarella, que é médica pós-graduada em Dermatologia.

“Realmente, alguns tratamentos devem ser programados para serem feitos no inverno. Porém, hoje em dia, com a evolução dos procedimentos minimamente invasivos, existem vários com mínimo ou nenhum downtime [tempo de recuperação pós-procedimento] que podem ser realizados no verão, inclusive sem que os pacientes se afastem de suas atividades diárias”, diz Dra. Luziane.

Os mais indicados para a face
Segundo a médica, os procedimentos faciais mais indicados para essa época do ano são a toxina botulínica e o ácido hialurônico com a intensão de melhorar as rugas e sinais de envelhecimento facial. “Outro procedimento que as pacientes estão gostando muito por não apresentar downtime e por não ser realizado com agulhas é o ultrassom microfocado, que é uma tecnologia que faz pontos de ancoragem na face e estimula colágeno, promovendo efeito lifting”, explica.

Quem tem melasma, os mais sugeridos são o microagulhamento e o laser de Nd Yag Q-Switched. “Sempre oriento minhas pacientes desde a primeira consulta que melasma é uma doença crônica, benigna, mas crônica, e que, portanto, o tratamento deve ser contínuo. Por isso, também indico o uso de antioxidantes de uso oral e tópico, que além de reforçar a proteção solar, vai ajudar a evitar o reaparecimento das manchas que passamos o ano todo tratando”, comenta a dermatologista.

Os mais indicados para o corpo
Este ano, na quarentena, muita gente acabou deixando de lado os cuidados com o corpo, com a atividade física e com a alimentação, e agora quer se cuidar em cima da hora para eliminar gordura localizada, celulite e flacidez.

Para essas queixas, a Dra. Luziane diz que a associação de ultrassom micro e macro focado, bioestimuladores de colágeno e radiofrequência é o que tem mostrado resultados mais satisfatórios tanto nos congressos como no dia a dia na clínica. “Porém, esses tratamentos devem ser iniciados idealmente de 1 a 3 meses antes do verão”, finaliza a médica.

Mais informações: www.luzianecantarella.com.br

#publi

Quer mais dicas e novidades de Alphaville e arredores? Inscreva-se na nossa newsletter! É grátis! Semanalmente, você receberá os destaques do A&A no seu e-mail: https://bit.ly/2M4XhD2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *