SP planeja vacinação via drive-thru a partir de 25/1

O governo de São Paulo planeja criar um sistema de drive-thru para aumentar os locais de vacinação contra o novo coronavírus. O secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, afirmou no dia 6/1 que o plano estadual de imunização será diferente das campanhas já realizadas. Os postos de vacinação serão ampliados de 5.200 para até 10 mil locais nos 645 municípios paulistas, incluindo escolas, quartéis da PM, estações de trem e de ônibus, farmácias e até mesmo sistemas de drive-thru para evitar a exposição com outras pessoas.

O Instituto Butantan deu início à solicitação do registro emergencial da vacina CoronaVac nesta quinta-feira, 7/1. O plano é que a vacinação comece no dia 25/1, caso a Anvisa autorize seu uso. O horário de vacinação deve ocorrer das 7h às 22h durante os dias úteis. Aos sábados, domingos e feriados, o horário será das 7h às 17h. Segundo o cronograma, primeiramente serão vacinados profissionais de saúde, indígenas, quilombolas e idosos acima de 60 anos.

Eficácia da CoronaVac
No final de 2020, o governo anunciou que a CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, é eficaz contra o novo coronavírus. Os dados precisos foram confirmados nesta quinta-feira, 7/1. A Sinovac atingiu índice de eficácia de 100% para casos graves e moderados. O estudo clínico realizado no Brasil contou com a participação de 12,4 mil profissionais de saúde voluntários em 16 centros de pesquisa. “A vacina tem eficácia de 78% a 100% contra a Covid-19, apontam os estudos no Brasil”, afirmou o governador João Doria.

Entre os imunizados ao longo dos testes clínicos e que contraíram o vírus, nenhum apresentou caso grave ou moderado da doença nem precisou de internação. Ou seja, quem tomar a vacina do Butantan estará com a saúde protegida e chances mínimas de agravamento da Covid-19.

A taxa de eficácia foi de 78% para os infectados que apresentaram casos leves ou precisaram de atendimento ambulatorial. Isso significa que a cada cem voluntários que contraíram o vírus, somente 22 tiveram apenas sintomas leves, mas sem a necessidade de internação hospitalar.

Mais informações: www.saopaulo.sp.gov.br

Foto: Aloisio Mauricio/Estadão Conteúdo

Quer mais dicas e novidades de Alphaville e arredores? Inscreva-se na nossa newsletter! É grátis! Semanalmente, você receberá os destaques do A&A no seu e-mail: https://bit.ly/2M4XhD2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *