Site do Banco Central sai do ar após lançamento de sistema para consulta de valores a receber

Foto: Canva

O Banco Central (BC) divulgou ontem, 24, a disponibilização de um sistema que permite que pessoas e empresas consultem se têm algum valor a receber de bancos e demais instituições financeiras. No entanto, devido a quantidade de acessos, o site saiu fora do ar e até a tarde desta terça-feira, 25, não voltou. Em resposta à IstoÉ Dinheiro, o BC informou que “o sistema Valores a Receber (SVR) recebeu demanda acima da esperada e estamos ajustando a capacidade de atendimento”. 

Segundo divulgado pelo Banco Central, na primeira fase do serviço são cerca de R$ 3,9 bilhões de valores a serem devolvidos para 24 milhões de pessoas físicas e jurídicas. Os valores são provenientes de:

  • contas-correntes ou poupança encerradas com saldo disponível;
  • tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente, desde que a devolução esteja prevista em Termo de Compromisso assinado pelo banco com o Banco Central;
  • cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito; 
  • recursos não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados.

No total, o BC estima que os clientes tenham a receber cerca de R$ 8 bilhões. O restante dos valores será disponibilizado no decorrer deste ano, relacionados a:

  • tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente, previstas ou não em Termo de Compromisso com o BC;
  • contas de pagamento pré-paga e pós-paga encerradas com saldo disponível;
  • contas de registro mantidas por corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários encerradas com saldo disponível; 
  • outras situações que impliquem em valores a devolver reconhecidas pelas instituições.

 

Como saber se tenho dinheiro a receber?

O serviço pode ser acessado a partir da aba “Valores a Receber” no sistema Registrato, disponível no site do Banco Central. Caso tenha valor para ser resgatado, é possível receber via Pix ou em um meio de pagamento ou transferência a ser informado pela instituição bancária.

 

 

 

Quer mais dicas e novidades de Alphaville e arredores? Inscreva-se na nossa newsletter! É grátis! Semanalmente, você receberá os destaques do A&A no seu e-mail: https://bit.ly/2M4XhD2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.