Guardiãs Maria da Penha intensificam ações de combate à violência doméstica

A Prefeitura de Barueri, por meio do programa Guardiã Maria da Penha, tem intensificado suas ações para acompanhar mulheres com medidas protetivas concedidas pela Justiça e também aquelas que estejam na iminência de violência doméstica.

O trabalho visa atender vítimas de violência física, moral, psicológica, patrimonial e econômica e sexual, com aplicação da Lei Maria da Penha, nº 11.340/06, que inibe aproximação do agressor.

Base Guardiã
Para melhoria do trabalho, a Prefeitura criou a Base Guardiã Maria da Penha, na Rua Sergipe, 89, na Aldeia de Barueri. Um local relativamente grande, com sala de acolhimento e espaço kids.

“Atendemos as demandas do Ministério Público e vítimas esporádicas – aquelas que chegam por meio de Ongs, igrejas e dos Cras, mulheres que têm um trajeto de ocorrências geradas em função da violência doméstica. Passamos a atendê-las, a frequentar suas residências dando sensação de segurança a elas. Todas as mulheres que passam pela Guardiã Maria da Pena se fortalecem, se reconhecem como mulheres”, conta a subinspetora Magali Figueiredo Vieira.

As mulheres que estejam em situações de risco ou violência doméstica, ou mesmo pessoas que possam ajudá-las, podem entrar em contato com a Base Guardiã Maria da Penha pelo telefone (11) 4194-7562. O atendimento funciona 24h.

Foto: Junior Holanda

Quer mais dicas e novidades de Alphaville e arredores? Inscreva-se na nossa newsletter! É grátis! Semanalmente, você receberá os destaques do A&A no seu e-mail: https://bit.ly/2M4XhD2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *