Volta às aulas presenciais: você vai mandar o seu filho para a escola?

Com o retorno gradativo das aulas presenciais, essa é uma das perguntas que mais tem afligido os pais neste momento de pandemia. Para entender o que as famílias de Alphaville e arredores pensam sobre o assunto, perguntamos no nosso Instagram @alphavilleearredores e grupo de moradores no Facebook se os pais vão mandar os filhos para a escola.

No Instagram, apenas 35% dos pais disseram que vão enviar os filhos para a escola. Já no Facebook, até o fechamento desta matéria, o resultado foi bem equilibrado: 50% não querem enviar, 46% vão enviar e 4% ainda estão indecisos.

Entre as razões pelas quais os pais optaram pelo SIM, enviar para escola, ou pelo NÃO, gostaríamos de destacar:

SIM
– Confia no planejamento da escola;
– As consequências de não enviar para a escola são piores do que a pandemia para as crianças;
– Os pais que precisam trabalhar;
– Criança tem que brincar e não ficar trancada em casa;
– Crianças e adolescentes são os menos afetados pela doença;
– Precisa voltar ao normal;
– Pensa na saúde mental dos filhos;

NÃO
– Só quando tiver vacina;
– Insegurança;
– Prioriza a saúde dos filhos;
– Já está na reta final do ano;
– Tem grupo de risco em casa;
– Crianças menores não sabem se cuidar.

O que dizem os médicos?
A médica pediatra Dra. Ana Escobar afirmou em um artigo em sua página na internet que reconhece a superioridade e todas as vantagens das atividades e vivências escolares presenciais tanto para a aquisição de conhecimentos como para os aspectos emocionais de nossas crianças e suas respectivas famílias. Para ela, agora é importante saber como será o retorno às aulas presenciais de forma que garanta a segurança de crianças, professores e funcionários.

“Escolas privadas já o fizeram, com excelência e eficiência, e já têm condições para reabrir. Elas estabeleceram parcerias com grandes centros hospitalares e definiram protocolos de volta às aulas precisos e cercados da máxima segurança que o atual conhecimento científico pode garantir”, diz.

Como vai funcionar nas escolas?
O Colégio Anglo Leonardo da Vinci, por exemplo, criou um guia de rotina para a volta às aulas presenciais, com as recomendações gerais para todos os alunos, independentemente do ano, e seus familiares. As ações devem ser seguidas desde o momento de sair de casa, em como utilizar os espaços internos e externos, bem como salas de aula, refeitórios e banheiros, até o retorno para casa em segurança. As diretrizes e condutas foram criadas em parceria com o Grupo Mast, que é especializado em gestão em saúde ocupacional.

Flávia Prata da Vinha, que é gerente de marketing do Colégio Anglo Leonardo da Vinci, explica que a escola realizou uma pesquisa com as famílias para entender a intenção de retorno às aulas presenciais e que tem monitorado grupos de risco desde junho. A última sondagem aconteceu em setembro, tendo como resultado: 37,2% das famílias com intenção de enviar seus filhos para a escola nesta primeira fase de retomada; e 63,4% delas não querem enviar seus filhos neste primeiro movimento.

“As justificativas mais recorrentes foram a insegurança ainda com o cenário e a possibilidade de contaminação, a ausência de vacinas e a convivência com pessoas do grupo de risco, mesmo que essas pessoas não sejam moradoras da mesma residência. E esse é um cenário recorrente, pois 59,3% afirmam não viver sob o mesmo teto com pessoas portadoras de comorbidades, o que pode ser um indício da preocupação das famílias em manter o convívio dos avós com seus netos”, diz Flávia.

Apesar da maioria das famílias demonstrar o interesse em permanecer em ensino remoto até o final do ano, o colégio ressalta que tem um compromisso também como os 37,2% de famílias que precisam da escola independentemente do motivo e que se sentem seguras para essa primeira fase de retorno. “Nosso compromisso é com 100% do nosso alunado. Por isso, as aulas serão realizadas de forma híbrida, com professores ministrando em sala de aula e com transmissão simultânea para as residências dos alunos que não optaram pelo retorno presencial”, esclarece.

Na primeira fase, de 7 a 30/10, o Colégio Anglo Leonardo da Vinci poderá receber 35% do seu alunado de forma presencial e eles não podem ficar mais do que 5 horas dentro dela. As aulas extracurriculares, para os matriculados no período integral, acontecem de forma digital. O mesmo ocorre para as turmas de Fundamental 2 e Médio nos dias em que tem aula o dia todo.

E você, vai enviar seu filho para a escola?

Contatos:
Colégio Anglo Leonardo da Vinci Alphaville – Fundamental 1 e 2
Av. Marcos Penteado de Ulhôa Rodrigues, 3.482 – Alphaville
Tel.: (11) 4153-7739 e (11) 97401-2637
www.angloalphaville.com.br

Colégio Anglo Leonardo da Vinci Alphaville – Ensino Médio
Al. Amazonas, 868 – Alphaville
Tel.: (11) 2858-3450 e (11) 94332-6616
www.estudenoanglo.com.br

Quer mais dicas e novidades de Alphaville e arredores? Inscreva-se na nossa newsletter! É grátis! Semanalmente, você receberá os destaques do A&A no seu e-mail: https://bit.ly/2M4XhD2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *