Cientistas descobrem a causa da progressão do Alzheimer no cérebro

Foto: Canva

De acordo com um novo estudo publicado na revista Science Advances, foram descobertos grupos de proteínas tóxicas que se acredita serem responsáveis pelo declínio cognitivo associado à doença de Alzheimer. Essas proteínas chegam a diferentes regiões do cérebro precocemente e se acumulam ao longo de décadas.

A pesquisa é a primeira a usar dados humanos para quantificar a velocidade dos processos moleculares dessa doença neurodegenerativa e, eventualmente, pode ter implicações importantes para o planejamento de tratamentos. Foram usadas cerca de 400 amostras de cérebro post-mortem de pacientes com Alzheimer, assim como 100 tomografias PET de pessoas que vivem com a doença

O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa na qual algumas proteínas –  ‘tau’ e  beta amilóide – matam as células cerebrais e encolhem o cérebro. Isso, por sua vez, resulta em perda de memória, alterações de personalidade e incapacidade de realizar funções cotidianas.

Fonte: Estadão

Quer mais dicas e novidades de Alphaville e arredores? Inscreva-se na nossa newsletter! É grátis! Semanalmente, você receberá os destaques do A&A no seu e-mail: https://bit.ly/2M4XhD2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *